A SOCIEDADE MINEIRA SE ORGULHA DE PROFISSIONAIS COMO O ESCRIVÃO ANDERSON

Algumas condutas profissionais precisam ser exaltadas, e com orgulho evidenciamos o trabalho do escrivão Anderson, que ora destacamos como "Escrivão Nota 10", por seu tirocínio policial, que evitou que uma situação que já era grave se tornasse ainda pior.


Durante o expediente de serviço, um acidente automobilístico próximo à Delegacia do Meio Ambiente, envolvendo uma motocicleta, interrompeu as atividades dos policiais, que se deslocaram para prestar assistência aos envolvidos.


Enquanto o motociclista era socorrido, a atitude de uma das pessoas que acompanhava a movimentação chamou a atenção do policial Anderson, uma vez que todos estavam com as atenções voltadas para o socorro da vítima e o indivíduo estava com o olhar direcionado para outro local, onde havia uma carteira.


O escrivão Anderson observou quando o indivíduo pegou a carteira e saiu rapidamente do local; e então decidiu fazer a abordagem, pois concluía que poderia estar ocorrendo um crime.


Ao realizar a abordagem do indivíduo, que já estava contando o dinheiro subtraído, Anderson recebeu o apoio do escrivão Tárcio José Agostini, que também percebeu a situação, saiu para oferecer cobertura e auxiliou na prisão do autor.


“Sobre essa situação, quero enfatizar que não há distinção entre o trabalho policial, pois independente do cargo, todos podemos fazer qualquer serviço atinente à investigação e ao andamento do inquérito. Por isso, nossa luta é para acabar com essa divisão de cargos entre a base, que em nada contribui para a evolução do processo investigativo”, ressaltou Anderson.


O SINDEP/MG se orgulha de ter profissionais como Anderson em sua equipe, e enaltece ações dos profissionais que se dispõem a oferecer o que há de melhor para a população mineira!