NOTA DE REPÚDIO


O Sindicato dos Escrivães de Polícia do Estado de Minas Gerais - SINDEP/MG, vem a público endossar o coro de repúdio à fala do Governador do Estado de Sergipe, Belivaldo Chagas (PSD), em relação ao Movimento Polícia Unida, que reúne todas as entidades sindicais e representativas dos trabalhadores da Segurança Pública do Estado de Sergipe (Policiais Civis, Militares e Bombeiros Militares).


O Movimento vem promovendo diversas ações para cobrar do Governador a justa e constitucional regulamentação do adicional de periculosidade aos servidores da segurança pública. O Chefe do Executivo do Estado de Sergipe, em contrapartida, demonstrando despreparo como gestor, bem como desprestigio em relação às forças de segurança pública, acusou os servidores que lutavam por seus direitos de “desocupados”, numa manifesta tentativa de deslegitimar o movimento ante a população e não cumprir com aquilo que lhe incumbe.


Nós do SINDEP/MG manifestamos nosso apoio e solidariedade aos colegas policiais do Estado de Sergipe, repudiamos a fala infeliz do Governador Belivaldo Chagas e salientamos que estamos sempre à disposição para lutar por valorização e por respeito à classe policial.