top of page

Confira os principais temas abordados no congresso da COBRAPOL

O SINDEP/MG esteve presente no XXIV (vigésimo quarto) Congresso Nacional da Confederação Nacional de Trabalhadores Policiais Civis (Cobrapol), e o tema deste ano foi: “A inserção do policial civil no ambiente político”.


Em seu discurso, o presidente da Cobrapol, Adriano Bandeira, destacou que a entidade está cumprindo os eixos estabelecidos em congresso, incluindo legislativo, jurídico e comunicação. Ele enfatizou ainda o trabalho da Cobrapol em questões importantes, como a aprovação da Lei Orgânica Nacional, a atuação pela paridade e integralidade para policiais e a manutenção do direito ao porte de armas para policiais civis aposentados, garantindo que todos esses temas sejam tratados com seriedade.


O primeiro dia do congresso teve sua marca registrada pela palestra da coordenadora de Segurança Pública e Saúde do Trabalho do Instituto de Pesquisa, Prevenção e Estudo em Suicídio (IPPES), Meire Cristine de Souza, que ministrou uma palestra focada na importância da Polícia Civil no desenvolvimento da sociedade brasileira e sua valoração no ambiente de trabalho.


No segundo dia, pela manhã, houve um debate sobre a modernização das Polícias Civis, com a ideia de seguimento único na carreira do policial civil. Bandeira destacou que este tópico é relevante e diminuiria as diferenças de salários por questão de cargos na Polícia Civil e também resultaria num serviço melhor para a população como um todo. Após o debate, foi realizada eleição complementar da diretoria do Cobrapol, e também foi feita a prestações de contas da entidade.

Na parte da tarde ocorreu o Curso Permanente de Formação Política dos Policiais Civis com Laercio Menegaz Jr, membro da Associação Brasileira de Consultores Políticos, e o dia foi finalizado com um vídeo do Ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Paulo Pimenta, em que afirma que acompanha as demandas atuais da Polícia Civil, principalmente no que diz respeito à aprovação da nova Lei Orgânica Nacional das Polícias Civis.


imagem tirada do site da Cobrapol


No último dia do Congresso, ocorreram palestras e debates de diversos assuntos de interesse da categoria. Houve um debate sobre a formação política dos policiais civis, com a participação de líderes de entidades filiadas. Em seguida, o psicólogo Rubem Mariano palestrou sobre assédio moral e sexual, seguido por uma apresentação da vice-presidente do Sinpol-GO, Eufrásia Campos, também sobre esse tema. A diretora da Cobrapol Aline Risi e a policial civil aposentada Else Freire deram contribuições especiais ao tópico. Além disso, houve uma mesa de debates sobre o Decreto de Armas do Ministério da Justiça e Segurança Pública, envolvendo diretores da área. Durante o evento, foi feita uma homenagem com um minuto de silêncio em memória aos policiais recentemente falecidos.

imagem tirada do site da Cobrapol


O XXIV Congresso Nacional da Confederação Nacional de Trabalhadores Policiais Civis (Cobrapol) foi um evento marcante, abordando temas cruciais para a Polícia Civil e sua inserção no cenário político. Durante esses dias, líderes sindicais, especialistas e membros da Polícia Civil se uniram para discutir questões essenciais, compartilhar conhecimentos e fortalecer a voz dessa importante instituição.

O evento destacou a importância da valorização dos policiais civis, da modernização das Polícias e da busca por direitos fundamentais para esses profissionais. Com o encerramento do congresso, fica evidente o comprometimento da Cobrapol em continuar trabalhando em prol dos interesses da Polícia Civil. O SINDEP parabeniza a Cobrapol e ao Sinclapol pela realização do evento e agradece pela oportunidade de participar dessa construção.

Comments


bottom of page