AJUDA DE CUSTO SOB ANÁLISE

Por que somos equiparados a outros seguimentos de servidores somente para perder direitos?


Após a reforma da previdência, os direitos previdenciários dos policiais civis foram preteridos face aos dos militares, que foram contemplados pela lei de proteção social. Com isso, os policiais civis que ingressaram após a reforma perderam o reconhecimento, a paridade e integralidade e, como se não bastasse, pagam alíquotas previdenciárias exorbitantes.


A única força de segurança com regime civil, não amparada pelo decreto 48.133/2020, é a polícia civil. Na discussão acerca do regime jurídico do policial civil, o estado insiste em comparar o policial civil ao militar apenas para reduzir direitos e não para corrigir distorções.


Além disso, outro ponto a ser discutido na LIVE é o decreto que regulamenta o auxílio- alimentação. Atualmente, o auxílio- alimentação é pago apenas aos/às servidores/as do executivo público estadual, com exceção dos policias civis, militares e corpo de bombeiros.


São por essas e outras que o debate se faz tão necessário. Por isso, o Sindep/MG convida a todos/as para participar da LIVE de hoje no facebook do Sindicato, bem no YouTube, nos canais: Segurança Pública MG e TV Sindep/MG, às 19h30, para discutir alternativas a fim de minimizar os prejuízos desse seguimento da Segurança Pública estadual.