top of page

Sindep/MG alerta para prevenção à saúde mental


Embora o mês de janeiro seja marcado como mês de conscientização de prevenção à Saúde Mental, o assunto deve fazer parte da nossa rotina durante todo o ano. Sem a prevenção, seu corpo sofre, você sofre - se não estiver bem mentalmente. Dependendo da condição emocional e psíquica, o seu corpo pode desenvolver doenças e o desequilíbrio da mente pode levar a situações extremas e irreversíveis.


De acordo com estatísticas fornecidas pelos órgãos que representam os policiais em âmbito federal, os índices de mortes violentas entre policiais no brasil correspondem a duas vezes mais que o número de mortes entre a população em geral. Com relação aos suicídios, esse índice é três vezes maior entre os policiais em comparação aos números da população como um todo. Além disso, é evidente o número de afastamentos de profissionais por motivos psiquiátricos. O que fazer para prevenir essas situações e diminuir essas estatísticas?


Para responder a essa e outras perguntas, o Sindep convidou o Dr. Cláudio Eduardo Falcão Dias, diretor de Saúde Ocupacional do Hospital da Polícia Civil/MG, e o Dr. Wagner Fonseca Moreira da Silva, diretor de Perícias Médicas do Hospital da Polícia Civil/MG, para falar sobre a campanha que teve início em janeiro, com “Janeiro Branco” e sobre as medidas adotadas pela Polícia Civil para prevenção da Saúde Mental de seus profissionais, no 2º episódio do Sindep Debate.





E não é só isso! Comprometido com a saúde física e mental de seus filiados, uma das políticas de saúde do trabalhador instituída pelo Sindicato desde 2021, é o Núcleo de Saúde Mental do SINDEP, que oferece atendimento psicológico a seus filiados, bem como a seus familiares, a um preço social. A equipe do Núcleo de Saúde é especializada em diferentes tipos de terapia e abordagens, com foco no bem estar e crescimento pessoal dos filiados, atuando com compromisso de auxiliar o paciente no processo de autoconhecimento e superação de conflitos.


No fim do ano passado, a Polícia Civil de Minas disponibilizou também um plantão psicológico para todos os servidores. O Centro de Psicologia do Hospital da Polícia Civil conta agora com um dispositivo de escuta psicológica gratuita, para atender os servidores da PCMG. O plantão de atendimento do centro funciona de segunda a sexta, das 8h às 18h, e o contato pode ser feito também via Whatsapp pelo número (31) 998079670.


Senado


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou no último dia 10 a Lei 14.531/2023, que prevê ações de apoio à saúde mental e de prevenção ao suicídio para profissionais de segurança pública. A Lei originária do PL 4.815/2019, é de autoria do senador Alessandro Vieira (PSDB-SE).


O texto, que já havia sido aprovado pelo Senado em 2021 e modificado pela Câmara dos Deputados, foi ratificado pelos senadores em dezembro. Agora, a norma amplia e detalha o Programa Pró-Vida, criado em 2018 para atenção psicossocial e de saúde no trabalho aos profissionais da área, e também inclui esses profissionais na Política Nacional de Prevenção da Automutilação e do Suicídio (Lei 13.819, de 2019).


O Ministério da Justiça divulgará as diretrizes do programa de qualidade de vida dos profissionais de segurança, o Pró-Vida (que, com a Lei, passam a ser 15 diretrizes, como a melhoria da infraestrutura das unidades; o incentivo à gestão humanizada; e incentivo ao implemento de carga horária humanizada e política remuneratória condizente), para a prevenção e atendimento de casos de emergência psiquiátrica dos profissionais de segurança pública e defesa nacional.


Fonte: as informações são do Senado

Comentarios


bottom of page