top of page

Renan Alecrim de Pinho: nosso escrivão nota 10




Você sabia que durante um assalto à mão armada em uma Mercearia em Mateus Leme, após um trabalho rápido da polícia, foi recuperado todo o dinheiro e presos os assaltantes?


Mas não é só isso: o atendimento e a atenção de policiais fizeram toda diferença, segundo a vítima, que registrou elogio, referindo-se ao atendimento dos policiais envolvidos no caso, em especial ao Escrivão de Polícia Civil - EPC, Renan Alecrim de Pinho.


Antes de entrar na polícia, Pinho foi mecânico de manutenção, formado em 2013 pelo Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais - Cefet/MG. Atuou na área em desenvolvimento de projetos de infraestrutura, focado em máquinas pesadas, até o ano de 2021, quando tomou posse no cargo de escrivão de polícia. Em fevereiro de 2021, deu início aos seus estudos na Academia de Polícia Civil de Minas Gerais - Acadepol, tendo concluído em julho, assumindo a 13ª posição da academia e foi designado para Juatuba, onde ficou até dezembro de 2021. Antes de assumir na Central Estadual do Plantão Digital, em março de 2022, passou pela delegacia de plantão de Vespasiano.


Renan é um policial que age com integridade, responsabilidade e respeito no exercício de sua atividade, priorizando servir e proteger à população. E quem protege o Renan? A exemplo do Renan, de escuta e de atendimento à população, nós do Sindep, aproveitamos a oportunidade dessa homenagem para ouvi-lo também sobre assuntos como valorização e segurança.


Ao ser perguntado sobre política de valorização, Renan reforçou a importância de realizar alterações na própria Lei Orgânica da Polícia, a fim de valorizar a carreira do escrivão, tornando-a mais reconhecida, uma vez que, no modelo atual, o escrivanato é uma atividade basilar para a Polícia Civil.


Renan acredita também que a Lei que trata da unificação das carreiras será bastante benéfica para o desenvolvimento e evolução da Polícia Civil e, principalmente, para a população, maior interessada nos serviços de investigação. Para Renan, quando o assunto é segurança pública, esta deve ser utilizada como ferramenta de combate à criminalidade para redução das desigualdades econômicas e sociais.


Ele ressaltou também que o atendimento à população deve ser permeado por cordialidade e presteza, já que o ouvir e atender às pessoas são finalidades da atividade policial. Disse também sobre quão importante é combater o crime organizado que a cada dia traz mais prejuízos à sociedade, e a importância de alterar leis que tornem as medidas de combate à criminalidade cada vez mais efetivas.

Komentáře


bottom of page