top of page

Audiência decide por reunião com o secretário de Governo para tratar de déficit de pessoal




A Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) discutiu nesta terça-feira (29/11/22) com representantes das áreas de Planejamento e de Fazenda do Governo do Estado e com as lideranças sindicais das forças de segurança sobre o déficit dos efetivos das forças de segurança pública.


Durante “Assembleia Fiscaliza”,

por exemplo, o deputado Sargento Rodrigues alertou para o grave cenário na Polícia Civil. A corporação conta hoje com 10 mil servidores, diferentemente de 10 anos atrás, quando a corporação contava com seus 17.517. O déficit no quadro de escrivão chega a quase 50%.


O SINDEP/MG tem feito uma série de coberturas denunciado situação dos escrivães no Estado e destaca que a recente convocação não foi suficiente para cobrir a defasagem de pessoal de seus quadros. A situação da crise de pessoal aliada à sobrecarga de trabalho tem afetado diretamente a saúde desse trabalhador.


Por essa razão que a Direção do Sindicato tem alertado para a necessidade da nomeação dos candidatos aprovados ao cargo de escrivão de polícia, que passaram por um rigoroso certame e se encontram hoje plenamente aptos para somarem esforços e suprirem parte do déficit de profissionais.

bottom of page